Home » » Não pares por favor...

Não pares por favor...




E seria uma noite como tantas outras não fosse aquele olhar que a fixava, aqueles olhos que a despiam e entravam por ela adentro...
Ela levantou-se de forma sensual para chamar a sua atenção. Sentia-se impaciente, carente...o seu corpo estava temperado por um bom vinho e a sua mente já sabia a lição de cor...
Já na pista de dança, fechou os olhos e deixou-se embalar pelo som que lhe assentava tão bem nos movimentos corporais...
Ele procurou-a...no calor da noite, uma noite que prometia sensações escaldantes...
Ao encontrá-la naquela pista de dança completamente solta, encostou-se à parede para a observar melhor...
Ela estava feliz, e isso sentiasse no sorriso...feliz por se sentir desejada de forma tão intensa, feliz pela presença masculina que agora se dirigia até ela...
Ao vê-lo aproximar fechou novamente os olhos e esperou impaciente pelas cenas do próximo capítulo...
Sentiu finalmente aquele corpo divinal colado nas suas costas...
Cumprimentaram-se com um sorriso e um beijo cúmplice no pescoço...aquele leve tocar de lábios grossos aumentou ainda mais o desejo...
Encaixaram os seus corpos ao som da música que continuava a marcar presença e simularam orgasmos entre mãos, entre beijos, entre línguas que me fundiam num sorriso malandro...
Ela tentou dar instruções ao corpo mas este já não respondia às suas exigências e assim se deixou comandar por aquele corpo musculado que estava ali ao seu inteiro dispor...soltou-se o primeiro gemido rouco...
Habituaram-se depressa aos olhares sedentos, excitados com todo aquele bailado, em plena pista de dança...
Sentia-se o prazer na ponta dos lábios, dos dedos que se afundaram na sua carne, na mais profunda das entranhas...
As suas mãos tocavam-lhe a pele ao encontro das curvas do corpo suado de tanto dançar...a boca ansiosa por mais não se ficou somente pelo pescoço, foi descendo ao encontro dos seus ombros, do seu peito...
As mãos dela poisaram no seu sexo, agora rijo, erecto... Acariciou-o com meiguice e mestria... Soltaram-se novos gemidos de prazer...
Saíram da pista de dança e dirigiram-se ao wc feminino...Ali colaram os seus corpos e foram-se despindo num instante...os suores misturaram-se...
Gozando do seu estado febril descobriram em pleno o interior de cada corpo.
A boca engoliu o seu sexo, deixando-o louco de tesão...Ele estava completamente rendido aos encantos e maravilhas daquela boca...
E num espasmo de prazer virou-a, encostou-a contra a parede...
Naquele espaço reduzido, desceu até ao inferior das suas pernas...agora sim podia finalmente sentir a sua humidade, os seus lábios inchados, quentes que tanto desejavam o seu sexo...
Perderam a noção do tempo e ignoraram por completo o lugar onde estavam e ali permaneceram entregues aos delírios da luxuria, numa azafama de prazer...
Uma voz gritou:
- Não pares por favor!


(Há mais mas agora não tenho tempo...Até novas sensações...)

0 comments:

Post a Comment

 
Support : Copyright © 2015. movie glory - All Rights Reserved